Dicas para aumentar o Serasa Score


O Serasa Score se trata de uma pontuação que pode ir de zero a 1.000, a qual aponta as chances de um determinado perfil pagar as contas corretamente pelos próximos 12 meses.

O score de crédito é um dos itens mais avaliados durante a concessão de empréstimos, financiamentos e cartões.

Além do mais, o Serasa Score é formado por dados relevantes para a análise de risco de crédito, sendo que algumas das informações apuradas consiste nos dados cadastrais fornecidos, negativações e pontos positivos disponíveis na base de dados da Serasa no momento da consulta.

Vale ressaltar que também é possível usar as informações correspondentes às consultas realizadas pelos clientes da Serasa.

Contudo, o Serasa Score costuma sofrer variações constantes, muitas vezes, de um dia para o outro.

Por isso, separamos algumas dicas para você aumentar a sua pontuação, observe!


1 – Planejamento

É comum que em todo mês de janeiro as pessoas façam listas de promessas, desde perder peso até poupar dinheiro para fazer um curso desejado há tempos.

Se tratando de promessas que envolvem financiamentos ou empréstimos, por exemplo, é essencial dar início a estes procedimentos acompanhando o Serasa Score, pois, a empresa concessora da verba irá verificar se a pontuação do cliente é ou não suficiente para liberar o dinheiro solicitado.

Para isso, é importante fazer um planejamento para movimentar o cpf constantemente, e assim, aumentar o score, consequentemente, elevando as chances de ter o crédito aprovado.

2 – Consulta grátis

Já em fevereiro, é mês de Carnaval, o que significa festa, folia e diversão, porém, não é preciso quebrar o clima se endividando, basta aproveitar a consulta grátis ao Serasa Score e continuar acompanhando a pontuação de crédito.

Lembrando que isso não quer dizer que o cidadão precisar deixar as festividades de lado, a recomendação é para que ele apenas tenha consciência dos gastos para não se comprometer além do que pode cumprir.

3 – Nome limpo

Mas se você é daqueles que acreditam que o ano só começa após o Carnaval, chegado o mês de março, é a hora de colocar a vida financeira em ordem.

Para isso, o primeiro passo a ser dado pode ser limpando o nome e mantendo as contas em dia e regularizadas.

4 – Equilíbrio nas despesas

Abril e chocolate costumam combinar tudo bem, pois a Páscoa, é a época em que o consumo por chocolate aumenta e, consequentemente, o desejo de adoçar o dia dos entes queridos com um ovo.

Mas, considerando os preços exorbitantes deste produto que fica mais caro a cada ano, vale a pena fazer uma pesquisa de mercado para garantir o melhor valor e que condiz com o orçamento.


5 – Contas em dia

Maio é o mês das mães, e todo consumidor desejar presentear, ainda que com um simples agrado, a provedora do lar.

Mas antes de mais nada, é preciso se atentar e manter os bons hábitos como consumidor, prática que pode ser feita da seguinte forma:

  • Pague as contas sempre em dia.

  • Mantenha seu nome limpo.

  • Atualize seus dados cadastrais na Serasa.

  • Abra o Cadastro Positivo.

6 – Tentações juninas

Ainda estamos na metade do ano e já deu para perceber que, a cada mês que se passa é uma comemoração diferente.


Depois do Carnaval, as festas juninas é a época mais aguardada pelos brasileiros, afinal, quem resiste a tantas comidas deliciosas, não é mesmo?


Mas antes de cair nas festividades, não se esqueça de conferir se todas as contas estão pagas e em dia, lembrando que este é um fator essencial que é levado em conta pelas empresas que irão lhe conceder o crédito.

7 – Hábitos no mercado

Todo consumidor que deseja aumentar o Serasa Score, deve se lembrar que a pontuação consiste em um sistema dinâmico, o qual pode mudar de um dia para o outro.

Tais variações são um reflexo do comportamento do consumidor no mercado.

Por isso, uma boa alternativa bem recomendada é a de cadastrar as contas no débito automático, para não esquecer de honrar com nenhum compromisso.


Contudo, é importante prestar bastante atenção para sempre ter uma reserva na conta e não precisar recorrer ao cheque especial.

8 – Cadastro Positivo

O Cadastro Positivo se assemelha a um currículo financeiro, considerando os seguintes fatores:


  • Contas pagas (água, gás, luz, telefone fixo);

  • Compras com cartão;

  • Empréstimos, financiamentos e crediários.

O mercado costuma analisar a pontualidade no pagamento deste tipo de conta, de maneira que, um bom pagador é avaliado individualmente e diante de critérios mais complexos.

Por isso, é normal que a análise não seja tão burocrática e as condições de crédito se tornem mais justas.

9 – Independência das dívidas

Ninguém está imune de se endividar, e caso isso tenha ocorrido, o primordial é tentar quitar a dívida o mais rápido possível, pois, ter uma pendência em aberto, pode atrapalhar o Serasa Score.

10 – Mantenha o foco

Uma dica de ouro é para que o cidadão não comprometa mais do que 20% do valor da remuneração com o pagamento de dívidas, por exemplo, se o salário é de R$ 1 mil por mês, o essencial é que as prestações não ultrapassem a marca dos R$ 200,00.

11 – Dê adeus aos maus hábitos

  • Tente reduzir gastos desnecessários;

  • Tenha sempre uma poupança reservada para as emergências;

  • Faça sempre um orçamento e a lista das suas dívidas;

  • Na hora de pedir crédito, seja claro e sincero ao fornecer suas informações;

  • Tente sempre pagar o valor total das faturas do cartão de crédito;

12 – Reta final

Milagres de Natal não passam de histórias, por isso, é preciso se dedicar durante todo o ano para manter a pontuação em um patamar positivo.


E para isso, basta seguir simples regras, como: manter o nome limpo, as contas em dia, dados atualizados e no Cadastro Positivo.

Colocando todos estes fatores em prática, será possível aumentar a pontuação com facilidade.


Fonte: Jornal Contábil



3 views0 comments

©2020 por Organize Contabilidade